quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Amanhã será tomorrow...Pedro Bial


Há momentos na vida da gente, que a gente se pergunta por que é que as coisas são assim. São nesses momentos, que paramos para refletir sobre o real sentido das coisas... Descobrindo assim as certezas e as incertezas da vida que a gente vem carregando desde de sempre.

 O interessante disso tudo, é que não é apenas questão de rever os princípios, mas é questão de rever a si mesmo, em quem você se tornou em como você interage com as pessoas, se perguntar por que as coisas são assim não adianta em nada se você não demonstra pra você mesmo o seu brilho, a sua força, a sua garra, o seu carisma, o seu alto astral, o seu vigor, sua juventude.

 Não basta apenas mostrar pra você mesmo, você deve agarrar isso com tudo, e provar pra todo mundo do que você é capaz e como você se dispõe a encarar seu medos e seus tropeços de cabeça erguida, de peito aberto, sem medo, sem preceitos, sem esquecer de quem você realmente é de que como você realmente gostaria de ser. 

É com esse pensamento que você abre as portas de você mesmo para que o seu verdadeiro EU mostre a todos quem está por dentro e abrindo essa porta, também, é que você consegue trazer pra dentro, interagir com o exterior, absorver as coisas. Nessas horas, temos que ficar atentos e criar um filtro para drenar tudo de ruim e absorvermos somente o bom, o agradável, o doce.

 Se você consegue acordar todos os dias, com o brilho nos olhos, disposto a enfrentar seus medos, e dar um tapa nos inimigos, você consegue obter de você mesmo e dos outros tudo aquilo que você sonha, tudo aquilo que você quer. É a capacidade de nos apaixonarmos todos os dias é que nos faz criar asas e alçar voo rumo a lugares mais distantes, mais bonitos. 

O fogo inocente dos olhos de uma criança, o brilho curioso, é o que devemos ter para conseguirmos sonhar, viver, sorrir e crescer. 
E para finalizar, uma citação, essa é para todos vocês então decore:
"Amanhã será tomorrow" 

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

A dor que dói mais...Martha Medeiros


Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim. Mas o que mais dói é saudade.
Saudade de um irmão que mora longe. 

Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu. Saudade de um amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, quando se tinha mais audácia e menos cabelos brancos. Doem essas saudades todas. 

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama. Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença, e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá. Você podia ir para o aeroporto e ele para o dentista, mas sabiam-se onde. 

Você podia ficar o dia sem vê-lo, ele o dia sem vê-la, mas sabiam-se amanhã. Mas quando o amor de um acaba, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade é não saber. Não saber mais se ele continua se gripando no inverno. Não saber mais se ela continua clareando o cabelo. Não saber se ele ainda usa a camisa que você deu. Não saber se ela foi na consulta com o dermatologista como prometeu. 

Não saber se ele tem comido frango de padaria, se ela tem assistido as aulas de inglês, se ele aprendeu a entrar na Internet, se ela aprendeu a estacionar entre dois carros, se ele continua fumando Carlton, se ela continua preferindo Pepsi, se ele continua sorrindo, se ela continua dançando, se ele continua pescando, se ela continua lhe amando.

Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche.

Saudade é não querer saber. Não querer saber se ele está com outra, se ela está feliz, se ele está mais magro, se ela está mais bela. Saudade é nunca mais querer saber de quem se ama, e ainda assim, doer.

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Angústia: Aprenda a lidar com ela.


Angústia é a sensação de inquietude, falta de serenidade e paz interior. Surge como uma sensação de “bolo na garganta”, “gastura”, aperto no peito, agitação, nervosismo, etc. O que fazer com isto?
Angústia e ansiedade são sinônimos. 
Todos a possuímos. Uns a percebem e outros não. Uns lidam construtivamente com ela, outros destrutivamente. Uns são dominados pela angústia (mesmo quando pensam que não), e outros a dominam. No Antigo Testamento, o profeta Naum (1:9) diz que não virá uma segunda vez a angústia sobre a humanidade. A primeira vez é essa existência atual, desde a queda de Adão e Eva até o retorno de Jesus, o que dá cerca de 6 mil anos de angústia! Daí temos angústia existencial, no dizer dos filósofos, ou espiritual, como dizem as Escrituras.
Nem todos possuem angústia ou ansiedade alta demais. Estando forte, ela se manifesta na pessoa por um dos “Transtornos de Ansiedade”, como fobia, doença do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo, etc., por reações no corpo (doenças psicossomáticas), além de outras manifestações com ou sem doença orgânica junto.
Ansiedade tem que ver com conflitos mentais.
 É como a luz vermelha no painel do carro que acende quando há problemas. É a “luz vermelha” que “acende” na mente indicando que algo funciona mal em sua vida, podendo ser a maneira de pensar negativa, auto-acusadora, auto-destrutiva, maus tratos contra si mesmo, ou também fruto de dificuldades no relacionamento com pessoas do seu passado e/ou presente, de você consigo mesmo, ou uma mistura disto. Maus tratos físicos pioram a angústia.
A pessoa angustiada precisa pensar e tentar discernir o que a perturba, identificar o problema. 
Se encontra vários problemas, tente definir qual o pior. Se não acha a causa, por mais que pense, e a ansiedade permanece muito perturbadora, prejudicando o trabalho e contato social, pode ser preciso ajuda profissional temporária. Definindo qual o pior problema, o passo seguinte é agir para resolve-lo. Se não tiver solução porque não depende só de você, a saída é aceitar a perda. Aceitar não é concordar com o fato. É olhar a realidade e concluir: “Isto ocorreu em minha vida e não posso fazer nada para mudar.” Daí volte-se para outras coisas em sua vida e siga adiante. Aceitar a impotência, liberta.
Todos temos perdas. Não podemos ganhar tudo nesta vida injusta. Mas estar vivo é maravilhoso. Ter dores é realmente ruim. Entretanto, pense: o que é bom passa, mas o que é ruim, também passa.
Resumindo:
1) Angústia é sinal de que há conflito dentro da pessoa.
2) Identifique qual o PIOR conflito que gera a angústia (ou tristeza).
3) Se não consegue identificar nada e a angústia forte não passa, talvez seja necessário ajuda profissional com psiquiatra que atue com psicoterapia ou com psicólogo clínico.
4) Veja o que você pode fazer para mudar a situação e tome um atitude.
5) Faça o que depende de você, e pare de adiar o que pode e precisa fazer AGORA.
6) Se algo não depende de você, comece a pensar que precisa aceitar a situação.
7) Ao aceitá-la, ao invés de ficar brigando consigo mesmo(a), com pessoas, com a vida ou com Deus, relaxe e aceite. Há uma perda. E ela é real.
8) Volte-se para outras coisas em sua vida, pois você ainda está vivo(a) e lúcido(a), por isso pode fazer algo de bom para si mesmo(a).
Evite se concentrar na dor. 
Comece a PENSAR no que dá para fazer. Pense em coisas construtivas para achar saídas para seu sofrimento. A saída começa ao se pensar sobre o assunto e suportar a dor. A dor NÃO é você. Você a sente, mas não há outras coisas funcionando bem? O sentimento da dor NÃO tem que possuir sua mente e ocupá-la por inteiro.
 Ela é ALGO em sua mente, não o todo. O resto, a capacidade de pensar, de tomar decisões racionais para mudar o necessário, de fazer escolhas, permanece intacto. É esta parte intacta que deve ser usada agora para cuidar de si. Ninguém fará isto por você, nem remédios, nem profissionais de saúde, nem quem o(a) ama. É você mesmo.
Não fique lamentando ou falando de sua dor para as pessoas. 
Pare de ter pena de si e do papel de vítima. Sendo adulto é possível pensar, não precisando negar a dor, mas também não precisando ser dominado(a) por ela. Não vem dor maior do que nossa capacidade de lidar com ela. Você é maior do que sua dor. Já a expressou o suficiente? Já chorou o suficiente? 
Já a verbalizou o suficiente para alguém confiável, ético, e que ouviu com empatia? Então, agora é hora de parar de chorar, de lamentar, de ficar falando para as pessoas sobre sua dor. Agora é hora de cuidar de si mesmo(a) com serenidade, aceitação, humildade, perseverança e esperança de melhores dias, pelo menos dentro de você. Aquele que aprendeu a lidar com sua angústia, aprendeu o mais importante.

Por: Dr.César Vasconcelos (portalnatural.com.br) 

sábado, 22 de setembro de 2012

Anorgasmia. - ausência de orgasmos.



É a incapacidade de alcançar o orgasmo, apesar de ter uma fase de excitação normal que tenha sido provocada por uma estimulação também normal em intensidade, duração e tempo, com as condições emocionais e físicas.

Esta inibição é recorrente e persistente, quaisquer destes sintomas ocasionais não entram no termo.

Hoje em dia, a anorgasmia é um dos principais problemas de disfunção sexual entre as mulheres sexualmente ativas, igualmente este problema há aumentado entre homens. Isto levando, em muitos casos, a uma simulação de orgasmo durante o ato sexual.

O que provoca a anorgasmia?

As causas principais são de origem psicológica, mesmo assim, podemos citar vários problemas que levam a falta de orgasmo, dentro dos quais mencionamos:

- Causas Orgânicas: Como períodos de gravidez, climatério, andropausa, menopausa, envelhecimento... Estes fenômenos ocorrem pelas mudanças naturais no corpo, onde provocam alterações nos níveis hormonais e também emocionais.

- Doenças: Problemas hormonais, hipotireoidismo, diabetes avançadas, tumores, lesões de medula...entre outras.

- Uso de medicamentos ou drogas: Narcóticos, antidepressivos, antipsicóticos, sedativos, drogas ilícitas e bebidas alcoólicas.

Traumas Socioculturais e estilos de criação muito convencionais, onde a sexualidade se vê como um pecado e vergonha, culpa, fobia, pecado, baixa auto-estima, entre outros:

Atitudes Machistas.

- Repressão familiar e educativa onde nunca se explica como é ou será a vida sexual.

- Mutilação Genital.

- Doenças e Traumas em alguma região corporal situada entre a vagina, ânus, pênis ou zona testicular.

- Estimulação inadequada.

- Má comunicação com o companheiro (a).

- Musculatura pélvica e perineovaginal débil, atrofiada.

- Fobia ao abandono por parte do companheiro (a).

- Medo em perder o controle dos sentimentos e conduta.

- Falta de informação sobre a sexualidade do companheiro (a), A desinformação e o desconhecimento são graves fatores neste caso.

- Também podemos encontrar problemas de ansiedade, no ambiente de trabalho, familiar ou stress.

Tipos de anorgasmia
Se diferenciam dos grandes grupos para a classificação deste tipo de disfunção sexual, estes são:
- Anorgasmia Primária: Quando nunca consolidou um orgasmo, nem por coito, nem por masturbação, nem por estimulação direta do companheiro (a), seja com a boca, mão ou objeto sexual.

- Anorgasmia Secundária: Quando não consegue orgasmo no ato sexual, mas consegue através de masturbação ou estimulação direta ao clitóris.

Também se comenta uma Anorgasmia Situacional, ou seja, quando o orgasmo é fato com determinados companheiros (a) em circunstâncias específicas.

Como tratar a anorgasmia?

Daremos alguns conselhos de utilidade para alcançar esta culminação única e indescritível chamada orgasmo.

- Explora teu corpo nu, tenta relaxar. Descubra suas partes mais e menos sensíveis, como você gosta de sentir, que movimentos, que carícias são as que te excitam.

- Mulheres: Conheçam sua vagina, toquem seus lábios maiores, seu clitóris.

- Homens: Conheçam seu pênis, que ritmo e estímulo mais favorecem e que outras zonas os excitam.

- Utilize um espelho para melhor conhecer suas zonas erógenas e seus genitais.

- Concentre-se na sensação das diferentes zonas do seu corpo, músculos, pernas, glúteos, peito, mamilos, cabelos, rosto....e por aí continue explorando.


- Esqueça da obsessão por conseguir o orgasmo, quem está estressado ou preocupado, cria um caminho mais longo para chegar a meta orgástica.

- Faça exercícios!!! Fortaleça teus músculos e melhore sua capacidade cardiovascular para incrementar a resistência no ato sexual.

- Elimine atitudes negativas em torno do sexo.

- Adquira conhecimentos básicos para desfrutar de uma vida sexual plena.

- Tenha sempre como objetivo, o desfrute pleno de sua sexualidade.

- Desfrute explorar seu companheiro (a) na cama, ou onde seja.

- Disponha de suficiente tempo para a intimidade. Evite interrupções neste momento como, celular, televisão ou ruídos excessivos.

- Incorpore e foque seus sentidos na relação sentimental e sexual. Toque, apalpe, saboreie, cheire, escute, imagine...

- O uso de lubrificantes ajuda a incrementar as sensações vaginais e penianas.

- Relaxe-se previamente, tire de sua mente os problemas no trabalho, família, stress diário, fatiga e mau humor. Foque na relação de seu corpo.

 Homens, atenção A penetração é um procedimento relativamente ineficaz para produzir o orgasmo feminino, por isso muitas mulheres necessitam uma estimulação que complemente a penetração, como o toque do clitóris, sexo oral, carícias... para alcançar o orgasmo.

 É necessário lembrar que a penetração vaginal não é a única forma de relacionar-se com seu companheiro (a). Provar diferentes formas sexuais podem beneficiar o aumento de desejo e facilitar o caminho do orgasmo.
Não esqueça que o tratamento da anorgasmia é individual. Nem sempre os mesmos conselhos servem para todos os afetados, por isso experimente todos, pois todos os conselhos são benéficos a você e sua relação.

A Anorgasmia deve ser tratada com um terapeuta, estes conselhos somente te ajudarão no tratamento.
Fonte:vilamulher.terra.com.br

0s 45 ensinamentos de Dalai Lama.


  1. Dê mais às pessoas do que elas esperam e faça com alegria.
  2. Decore o seu poema favorito.
  3. Não acredite em tudo que você ouve, gaste tudo o que você teme e durma tanto quanto você queira.
  4. Quando disser “Eu te amo”, seja verdadeiro.
  5. Quanto disser “Sinto muito”, olhe para a pessoa nos olhos.
  6. Fique noivo pelo menos seis meses antes de se casar.
  7. Acredite em amor à primeira vista.
  8. Nunca ria dos sonhos de outra pessoa.
  9. Ame profundamente e com paixão. Você pode se machucar, mas é a única forma de viver completamente.
  10. Em desentendimentos, brigue de forma justa. Não use palavrões.
  11. Não julgue pessoas pelos seus parentes.
  12. Fale devagar, mas pense com rapidez.
  13. Quando alguém perguntar algo que você não quer responder, sorria e pergunte: “Por que você quer saber?”.
  14. Lembre-se que grandes amores e grandes conquistas envolvem riscos.
  15. Ligue para sua mãe.
  16. Diga “Saúde” quando alguém espirrar.
  17. Quando você se der conta que cometeu um erro, tome as atitudes necessárias.
  18. Quando você perder, não perca a lição.
  19. Lembre de três R’s: Respeito por si próprio. Respeito pelo próximo.Responsabilidade por suas ações.
  20. Não deixe uma pequena disputa ferir uma grande amizade.
  21. Sorria ao atender o telefone. A pessoa que estiver ligando ouvirá isso em sua voz.
  22. Case com alguém com quem você goste de conversar. Ao envelhecerem, suas aptidões de conversação serão tão importantes quanto qualquer outra.
  23. Passe mais tempo sozinho.
  24. Abra seus braços para mudanças, mas não abra mão de seus valores.
  25. Lembre-se de que o silêncio às vezes é a melhor resposta.
  26. Leia mais livros e assista menos televisão. 
  27. Viva uma vida boa e honrada. Assim, quando você ficar mais velho e olhar para trás, poderá aproveitá-la mais uma vez.
  28. Confie em Deus, mas tranque seu carro.
  29. Uma atmosfera de amor em sua casa é muito importante. Faça tudo que puder para criar um lar tranqüilo e com harmonia.
  30. Em desentendimentos com entes queridos, enfoque a situação atual. Não fale do passado.
  31. Leia o que está nas entrelinhas.
  32. Reparta o seu conhecimento. É uma forma de alcançar a imortalidade.
  33. Seja gentil com o Planeta.
  34. Ore. Há um poder imensurável nisso.
  35. Nunca interrompa enquanto estiver sendo elogiado.
  36. Cuide de sua própria vida.
  37. Não confie em alguém que não fecha os olhos quando beija.
  38. Uma vez por ano, vá a algum lugar onde nunca esteve antes.
  39. Se você ganhar muito dinheiro, coloque-o a serviço de ajudar os outros enquanto você for vivo. Essa é a melhor satisfação da riqueza.
  40. Lembre-se que não conseguir algo que você deseja, às vezes, é um golpe de sorte.
  41. Aprenda as regras e quebre algumas.
  42. Lembre-se que o melhor relacionamento é aquele onde o amor de um pelo outro é maior do que a necessidade de um pelo outro.
  43. Julgue seu sucesso pelas coisas que você teve que renunciar para conseguí-lo.
  44. Lembre-se que seu caráter é seu destino.
  45. Usufrua o amor pela culinária com abandono total.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Descobrir um motivo para acordar amanhã.



Houve uma mudança de planos e eu me sinto incrivelmente leve e feliz. Existe tanta coisa mais importante nessa vida do que sofrer por amor.
 E eu acredito no mecanismo do infinito, fazendo com que tudo aconteça na hora exata.

 Você é um idiota. E mesmo assim é em você que eu penso, é de você que eu gosto e é pra você que eu volto.
 Há sempre uma pessoa na sua vida, a qual, não importa o que ela faça com você, você apenas não pode deixá-la ir.
Não sinto raiva, não sinto nada. Sinto saudade, de vez em quando. Quando penso que podia ter sido diferente.

O dia de amanhã cuidará do dia de amanhã e tudo chegará no tempo exato.
Não tenha medo da mudança. Coisas boas se vão para que melhores possam vir.
Estou fazendo a minha parte: te esperar. Faça a sua: chegue!
 O que vale a pena possuir, vale a pena esperar.
 Mas tô ótimo, voltei até a usar reticências e pontos de exclamação.
 Hoje eu queria estar só. Mas não sozinho. Só contigo.

 Fora de mim é a calmaria, dentro a tempestade.
 Não é de repente, é aos pouquinhos que as coisas acontecem.
 Eu te amei muito. Nunca disse, como você também não disse, mas acho que você soube.
 As pessoas, de muitas maneiras estranhas, tortuosas, piradas, no final das contas só querem amar e ser felizes.

 Em cada noite descobrir um motivo razoável para acordar amanhã.

(Caio Fernando de Abreu)

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Acessórios Femininos da Moda Primavera Verão. 2013


mix de pulseiras Pulseiras da Moda 2013: Como Misturas Acessórios Baratos, Modelos
Pode até parecer exagero, mas as Pulseiras são as grandes protagonistas entre os acessórios da moda 2013. Extremamente valorizadas, elas foram apontadas pela revista Vogue francesa como tendências absolutas da próxima estação, especialmente os modelos mais coloridos.

O que surpreendeu muitas gente foi que os modelos tidos como mais fashions são nada mais nada menos do que os feitos de panomiçangas e fios. Facilmente encontradas em qualquer camelô, elas juntas formam uma combinação intensa e moderna que promete ser usada por muita gente.







Com uma pegada mais urbana, as pulseiras aparecem com grafismos, texturas, correntes, couro, cordas e fios de gorgurão. Elas também podem misturar metais com pedrarias, nada de muito valor já que serão usadas no dia a dia e precisam ser partte do look.

MODELOS DE MAXI COLARES E COMO USAR



 Os maxi colares, maxi brincos e maxi de pulseiras serão forte tendência para as próximas estações e podem ser ótimas apostas para compor diferentes looks. Por serem acessórios que chamam atenção procure apostar em apenas um deles para compor o seu visual, assim o mesmo não ficará muito carregado.

Os fios duplos em colares, correntes e pulseiras, que dão um ar totalmente diferente, descontraído e feminino também serão utilizados em 2013. Sendo assim, será possível contar com vários estilos em apenas um, ou seja, basta acrescentar ou tirar um dos fios que você terá um acessório totalmente diferente, porém belo do mesmo jeito. Fique por dentro das novidades e saiba que os acessórios femininos primavera verão 2013 podem mudar completamente o seu visual.














Fonte: 
www.essaseoutras.xpg.com.br
www.temdicas.com

domingo, 9 de setembro de 2012

Amor não se compra, não se vende, não se negocia.



Amor não se compra, não se vende, não se negocia, é sentimento puro e soberano, é autêntico ou não existe, é real e não imaginário, é atributo do ser humano, é energia que fala, que sente, que movimenta o círculo da vida, é energia que estimula o alcançar de metas, é a energia que divide o solidário e ao mesmo tempo multiplica e transforma o caos em equilíbrio e paz.

Respeito é conhecer o amor na sua fonte de origem, pois somente ama de forma verdadeira e completa todo aquele que respeita seu par, seu amigo, seu familiar, seu semelhante sem exigir troca ou pagamento com moeda ou com outra forma de afeto, assim o amor e o respeito, de mãos dadas, representam um casamento perfeito de idéias, de sintonias, de energias, de exercício contínuo na evolução de uma escalada para a felicidade.

Amor também é atributo do reino animal, respeito é o elo que une o animal ao homem, a força maior do universo (Deus) criou o animal e o ser humano para viverem em comunhão no amor e no respeito.

Quando o ser humano perceber que o reino animal é um símbolo de amor e de respeito, a natureza agradecerá sorrindo e enviando ao ser humano dias de luz, chuvas para as sementes plantadas, calor e frio na medida certa.

Quando se vive o amor de forma plena ao lado do respeito, nada nem ninguém vai modificar a sensação de felicidade e de conforto que é conhecer a consciência de um sentimento ligado ao outro sem cobranças, sem exigências, sem lástimas, sem orgulho, sem vitórias, sem prejuízos, apenas e somente um sentimento vivo que resiste a tudo, pois é firme, é certo, é seguro e tem no respeito a fórmula de querer bem, mas sempre reconhecendo que o outro tem limites, tem dificuldades e tem necessidades.

O amor e o respeito podem ser eternos quando a alma alcança o entendimento que sem esta união, nada terá valor, nem temporário, nem prometido, pois não se mede o amor sem o respeito, pois o amor sem o respeito é como a essência sem luz e sem fundamento.

Enfim aprenda a respeitar em primeiro lugar, assim o amor será pleno, autêntico, verdadeiro, iluminado... mas amor sem respeito não é amor, é ilusão, é egoísmo, é posse, é força desenfreada, é tudo sem definição, mas nunca será comparado ao amor que vibra, que flui com o respeito que nasce no coração.

Dedico este texto a todos aqueles que conhecem e vivem o amor e o respeito como caminho de vida, e aqueles que um dia vão acordar e sair da ilusão e da escuridão que não leva a nenhum lugar.



Miriam Zelikowski
mestre em Bioterapia Magnética

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Ouça seu coração...Paulo Coelho


 Os homens têm medo de realizar seus maiores sonhos porque acham que não o merecem, ou não vão conseguir!
Mas o medo não é uma coisa concreta. Ele está em seus corações!!

Os corações morrem de medo só de pensar em amores que partiram para sempre... Em momentos que poderiam ter sido bons e não foram...
Quando isso acontece, acabamos sofrendo muito e o coração tem medo de sofrer.

Mas o medo é pior que o próprio sofrimento.
Nenhum coração jamais sofreu quando foi em busca de seus sonhos, porque cada momento de busca é um momento de vida, de energia, de encontro com Deus e com a eternidade.

Então... Ouça seu coração!
Ninguém consegue fugir dele.
Por isso, é melhor escutar o que ele fala para que não venha um golpe que você não espera, porque você jamais vai conseguir mantê-lo calado.

Mesmo que finja não escutar o que ele diz, ele estará dentro do seu peito, repetindo o que pensa sobre a vida e o mundo...
O dia inteiro...
O tempo todo...
Ainda bem!
Por isso, ouça o seu coração!

Tema Viagem. Imagens de tema por Galeries. Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog