sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Frigidez feminina.


Denomina-se frigidez feminina a dificuldade ou incapacidade que podem ter certas mulheres de experimentarem a excitabilidade sexual ou orgasmo e qualquer forma de resposta sexual que lhes seja satisfatória. São mulheres das quais se diz serem “geladas”.
Alguns autores preferem chamar a frigidez de “disfunção sexual feminina”, evitando assim o aspecto pejorativo que a antiga denominação veio a assumir, como “mulher assexuada” ou que “não gosta de sexo”. Embora a falta de “apetite sexual” possa ser diferenciada da incapacidade para obter orgasmos, ambas costumam ocorrer conjuntamente.
Quais as causas da frigidez feminina (disfunção sexual feminina)?
Causas físicas
Em primeiro lugar, deve-se excluir doenças que afetam a vagina e o clitóris, como asinfecções e os fatores vasculares, circulatórios ou neurológicos. Fatores endócrinos como o aumento da prolactina nos períodos pós-parto ou nos tumores hipofisários e o hipotireoidismotambém podem dificultar ou impedir a capacidade da mulher de obter o orgasmo. Além disso, a pressão alta, o fumo e o álcool podem ser causas de frigidez. Os efeitos secundários de algumas medicações devem ser levados em consideração.
Causas psicológicas
Além das doenças psíquicas que podem afetar o desempenho sexual das mulheres (ansiedade, depressão, stress), devem ser avaliadas as vivências sexuais traumáticas, os conflitos e bloqueios psicológicos, o medo de engravidar, as relações emocionais inadequadas do par sexual, etc.
Causas culturais e sociais
Algumas visões sócio-culturais da sexualidade são muito inadequadas a um funcionamento normal da sexualidade feminina. Há culturas que exaltam a sexualidade feminina e até a associam à religião, enquanto outras a reprimem a ponto de mutilar órgãos sexuais femininos. Cada uma delas tem efeitos diferentes quanto à frigidez (disfunção sexual feminina) porque a educação sexual, conforme tenha sido conduzida, pode ajudar ou prejudicar o desempenho sexual posterior, criando medos, mitos e preconceitos. Muitas mulheres que alegam dificuldade em alcançar o orgasmo, nunca tiveram informação a respeito e simplesmente não sabem como consegui-lo.
Existe tratamento para a frigidez feminina (disfunção sexual feminina)?
Não há um remédio específico para tratar a frigidez feminina (disfunção sexual feminina). Algumas tentativas têm sido feitas com o viagra e com a testosterona (uma substância conhecida por aumentar a libido), mas os resultados são duvidosos. Acontece ainda a dificuldade das mulheres e de muitos médicos em se utilizar dessas drogas já que elas foram aprovadas para homens.
Uma pomada, à base de arginina, que aumenta o fluxo sanguíneo local têm sido tentada, mas também com resultados incertos. Medicações anti-stress têm sido usadas numa tentativa de melhorar o estado psicológico das pacientes. Quando há uma anomalia ou doença local afetando a vagina e/ou o clitóris ela deve ser tratada previamente. Sempre que os fatores psicológicos forem predominantes ou exclusivos, uma psicoterapia é fundamental. Para uma maneira distorcida de considerar a sexualidade, é recomendável um aconselhamento psicológico.

FONTE: www.abc.med.br

Vestido longo a toda hora.



Você acha que o vestido longo é companheiro somente nas horas de festas formais como casamento e formatura? Está enganada. Nesse verão você pode aproveitar essa peça única para fazer algumas combinações que lhe renderão vários looks. Assim será possível usar de dia, de noite, no passeio, faculdade e … você pode listar outras ocasiões para completar a frase usando o seu vestido longo.

Vestidos longos estampados alegram o dia

Você pode aproveitar o seu longo alegre do verão adicionando colete jeans, mais um tênis tipo Converse e estará incrível para as aulas na faculdade. Caso esteja um pouco frio, coloque meia 80 ou 100 e estará aquecida, substitua o colete por uma jaqueta jeans ou de couro e continuará com dignidade. Os vestidos longos de malha garantem leveza e conforto. Para criar um look bem moderninho use coturno e bolsa tiracolo.
Os vestidos com tecidos leves e estampados são os queridinhos para essa estação quente, o tropicalismo e as cores fortes se destacaram em vários desfiles, até já mostramos algumas dicas por aqui:

Cinto e camisa jeans dão um up na produção

Os acessórios garantem a criação de vários estilos com a mesma peça, algo super útil para usarvestido longo no dia a dia. Os cintos de caveira, corujinha, spikes e brilho garantem personalidade na produção. A camisa jeans, que está bem fácil de ser encontrada, pode ser usada fechadinha com o cinto por cima marcando a cintura ou amarrada. Abuse das botas, scarpins, slippers e sapatilhas. Em uma busca rápida pelo Google você consegue encontrar bons exemplos de vestidos longos com cinto e/ou camisa jeans.



Acessórios para imprimir sua marca pessoal

Invista em acessórios poderosos como o maxicolar, broches diferentes de besouros, aposte em maxicarteiras nos looks para a noite. Seja o vestido liso, estampado ou de renda (que estão na coleção de verão das lojas de departamento). O vestido longo jeans também é uma ótima pedida. Combine com bolsas tira colo, pois são bem práticas.




Fonte. marketingemoda.com.br

Tema Viagem. Imagens de tema por Galeries. Tecnologia do Blogger.

Pesquisar este blog